Suspender o céu

"Cantar, dançar e viver a experiência mágica de suspender o céu”. O líder indígena Ailton Krenak tem muito a nos ensinar sobre “adiar o fim do mundo”. Tome um chimarrão, faça um chá, cozinhe aquele bolo que remete a lembrança da avó. Leia um livro que você perca as horas dentro da história, faça exercícios na sala de casa, jogue vídeo game com os amigos. Cultive o sentimento de “suspender o céu”. Não esqueça dos afetos. Fique em casa, se puder. Lave as mãos. Estamos todos juntos. E como diz a maravilhosa Cris Lisboa: “Nós vamos manter as luzes acesas. Porque é isso que fazemos em tempos de sombra".

Comentários